O presente livro pretende unir no tempo e no espaço esses três santos que viveram em lugares e épocas bastante diferentes entre si. Por quê? Para que eles venham em socorro de dois outros personagens que também vivem em época e lugares diversos: o pai e a mãe de família do século XXI .

Muito provavelmente, Santo Antônio Maria Claret, Santa Teresa e São João Crisóstomo não podiam sequer imaginar como a família deste século estaria a ponto de ser tragada totalmente pelo inimigo de Cristo. Se disséssemos a eles que a união entre dois homens ou duas mulheres seria considerada uma “família” eles talvez emudeceriam e chorariam amargamente por nós, cristãos de hoje. Se soubessem como o adultério e o divórcio estariam tão bem estabelecidos e aceitos, perguntar-se-iam por onde andam os pastores das almas que deixam tantas ovelhas se perderem, sem usar todo o esforço e zelo para recuperá-las ao rebanho de Cristo.

“A salvação do mundo passa pela família”, afirmou o Beato João Paulo II . Desejamos, portanto, que a leitura desta obra possa produzir frutos de salvação em muitos e muitos lares do Brasil. Se ao menos um único casal perceber o tesouro que tem em casa, seus filhos, e esmerar-se sinceramente em levá-los a Deus, de todo o coração, ficaremos pagos pelo trabalho.

A educação dos Filhos - S. Antonio Maria Claret, Santa Teresa de Ávila e São João Crisóstomo
R$32,90
Quantidade
A educação dos Filhos - S. Antonio Maria Claret, Santa Teresa de Ávila e São João Crisóstomo R$32,90

Conheça nossas opções de frete

O presente livro pretende unir no tempo e no espaço esses três santos que viveram em lugares e épocas bastante diferentes entre si. Por quê? Para que eles venham em socorro de dois outros personagens que também vivem em época e lugares diversos: o pai e a mãe de família do século XXI .

Muito provavelmente, Santo Antônio Maria Claret, Santa Teresa e São João Crisóstomo não podiam sequer imaginar como a família deste século estaria a ponto de ser tragada totalmente pelo inimigo de Cristo. Se disséssemos a eles que a união entre dois homens ou duas mulheres seria considerada uma “família” eles talvez emudeceriam e chorariam amargamente por nós, cristãos de hoje. Se soubessem como o adultério e o divórcio estariam tão bem estabelecidos e aceitos, perguntar-se-iam por onde andam os pastores das almas que deixam tantas ovelhas se perderem, sem usar todo o esforço e zelo para recuperá-las ao rebanho de Cristo.

“A salvação do mundo passa pela família”, afirmou o Beato João Paulo II . Desejamos, portanto, que a leitura desta obra possa produzir frutos de salvação em muitos e muitos lares do Brasil. Se ao menos um único casal perceber o tesouro que tem em casa, seus filhos, e esmerar-se sinceramente em levá-los a Deus, de todo o coração, ficaremos pagos pelo trabalho.